abril 19 2013 0Comentário

Iogurte

Um alimento facilmente digerível.

O Iogurte. (Natural) Em 1908, em seu livro “The Prolongation of Life”, Elias Metchnikoff (ganhador do Prêmio Nobel), foi um dos primeiros cientistas a pesquisar os benefícios do maravilhoso iogurte. Escreveu ele:

“Desde tempos imemoriais, os seres humanos absorvem quantidades de micróbios láticos consumindo em sua condição não cozida substâncias como leite azedado, kefir, chucrute ou pepinos salgados que passaram por fermentação lática. Através desses meios, sem saber, eles diminuíram as más conseqüências da putrefação intestinal”. (pág. 123 Pare de Envelhecer).

Os benefícios:

É um alimento facilmente digerível. Cerca de 2/3 da população do mundo têm intolerância à lactose (o açúcar do leite), não conseguindo digeri-la pela falta da enzima digestiva denominada de lactose. Para essas pessoas, o iogurte não oferece nenhum perigo.

É um excelente fornecedor de cálcio (construtor dos ossos).

As bactérias do iogurte produzem as vitaminas B, niacina, piridoxina, cobalamina e ácido fólico.

O benefício maior ainda está nas próprias bactérias; elas suprimem a produção de toxinas, que podem causar inflamação nas membranas mucosas do intestino delgado e grosso, protegendo-o contra várias infecções causadas por outras bactérias, como por exemplo, as Enterococci, Eschericha coli e Salmonella Typhimurium.

Como é fabricado?
O iogurte é produzido a partir da ação de uma cultura mista e em igual proporção dos micro-organismos Streptococcus thermophilus e Lactobacillus bulgaricus. Essas bactérias consomem a lactose, o açúcar do leite, para obterem energia e em contrapartida eliminam o ácido lático que coalha o leite.  O leite coalhado preserva a gordura, os minerais e o conteúdo de vitaminas do leite puro, mas apresenta bem menos lactose, sendo então um alimento de mais fácil digestão que o leite. Para garantir sua qualidade microbiológica, o iogurte deve estar isento de microorganismos causadores da decomposição do produto e ser conservado sob-refrigeração, à temperatura máxima de 10ºC, não sendo permitida a adição de substâncias conservantes ou artificiais como açúcar ou adoçante.
Os micro-organismos (bifidobactérias) presentes no iogurte ajudam a equilibrar a microbiota intestinal e auxiliam na prevenção do crescimento de microorganismos patogênicos e agentes causadores de doenças, daí ser reconhecido como um alimento pro biótico e imunomodulador.

Os iogurtes são importantes fontes de proteínas, cálcio, zinco, vitamina A e vitaminas do Complexo B. As proteínas são necessárias na construção, reparação e renovação dos tecidos do corpo, incluindo pele, unhas e cabelos. Participam da produção de anticorpos, hormônios e enzimas.

 

Reprodução permitida:

Apoio:

  • Radio Compartilhando o Saber.
  • Tecnologia da comunicação:

Levar ao público em geral informações sérias não tendenciosas, geradas por instituições ou pessoas que realmente se preocupam com a qualidade do conhecimento e acreditam que estes devem ser para todos.

Contato:

orlando@omelhordanatureza.com.br

www.facebook.com/orlando.vettorazzo

(11) 9 8926-1683 TIM / (11) 2154-2419 Fixo

Skype: omelhordanatureza

Deixe seu comentário